Cinema & TV

Exclusivo! Mariana Ximenes entrega detalhes de sua personagem na série de suspense “Supermax”: “Foi como pular de um abismo de mãos dadas”

Apesar de estar sempre se desafiando como atriz, Ximenes, que também está no ar em "Haja Coração" adiantou que não é muito fã do gênero do horror. “Eu morro de medo de filme de terror, mas passei por cima disso para viver essa personagem"

Publicado em 12 de outubro de 2016 | Por Leonardo Rocha

Mariana Ximenes no lançamento de "Supermax" (Foto: Artur Meninea /Divulgação)

Mariana Ximenes no lançamento de “Supermax” (Foto: Artur Meninea /Divulgação)

Que Mariana Ximenes é uma grande artista todo mundo sabe. Desde que estreou na TV como a mimada Emília, da novela “Fascinação”, no SBT, a loura já dava indícios de que não seria apenas mais um rostinho bonito na televisão, mas sim um dos grandes nomes do seleto grupo de atrizes competentes de sua geração. Dito e feito! Hoje, ela comemora 18 anos de uma carreira bem sucedida e plural, que vem chamando a atenção tanto dos telespectadores como dos colegas de trabalho. No ar como a encrenqueira, divertida e apaixonante Tacinha de “Haja Coração”, Mariana também tem mostrado um lado pouco explorado por ela na série de suspense “Supermax”. A produção levou a atriz a explorar seu talento de outras formas.

Em entrevista ao HT, ela contou que dá vida à misteriosa enfermeira Bruna, descrita por ela como uma pessoa melancólica e solitária. Sua maior diversão? Passear em cemitérios espalhados pela cidade. “Ela adora passear em cemitérios, e tem um fascínio pela morte. A morte ainda é um mistério pra mim. Tive poucas perdas na vida, detesto cemitério e espero não ter que ir muitas vezes. Para compor esse papel, conversei com médicos como o meu irmão e o Drauzio Varella. E a Bruna tem uma questão sobre a qual conversei com uma psicanalista”, comentou ela, sem dar muitos detalhes. Sobre o clima das gravações, Mariana foi enfática ao dizer que não costuma levar o personagem para a cama, principalmente aqueles que carregam uma carga dramática. “Eu saía um pouco carregada, sim. Mas tenho um processo. Tiro o figurino no camarim, tomo um banho. Afinal, depois do trabalho, tenho a minha casa, meu namorado…”, destacou.” A Tancinha também fica no set, mas nem sempre. Às vezes me pego, durante uma entrevista, falando e gesticulando como ela, fazendo uns erros de português”, contou, aos risos.

Com Cleo Pires, Erom Cordeiro e grande elenco, a produção criada por José Alvarenga Jr, Marçal Aquino e Fernando Bonassi conta a história de 12 participantes de um reality show macabro, situado num presídio desativado no coração da Floresta Amazônica, que se enfrentam diariamente na disputa pelo prêmio de dois milhões de reis. Apresentado por Pedro Bial – fazendo referências ao “Big Brother Brasil”, o programa fictício tem como participantes pessoas que já cometeram algum tipo de crime brutal durante a vida. O ponto chave da trama desenrola no momento em que os concorrentes perdem contato com a produção e as coisas começam a dar errado dentro da penitenciária de segurança máxima.

Erom Cordeiro, Mariana Ximenes, Fabiana Gugli e Cleo Pires (Foto: Divulgação)

Erom Cordeiro, Mariana Ximenes, Fabiana Gugli e Cleo Pires (Foto: Divulgação)

“É uma linguagem diferente da novela em que faço uma personagem astral, solar e espontânea”, disse ela, que ainda comentou sobre a experiência do confinamento das gravações. “Tudo era gravado em uma prisão de segurança máxima construída nos fundos do Projac. Havia momentos em que gravava toda enlameada. A sequência final, que não posso contar como foi, mas adianto que deu muito medo”, revelou ela, entregando que sua personagem Bruna deve seguir até os últimos capítulos da produção que pode ser definida como um thriller de suspense e terror.

Mariana Ximenes como a misteriosa Bruna de "Supermax" (Foto: Divulgação)

Mariana Ximenes como a misteriosa Bruna de “Supermax” (Foto: Divulgação)

No entanto, apesar de estar sempre se desafiando como atriz, Ximenes também adiantou que não é muito fã do gênero do horror, mas tem se descoberto em outros caminhos em sua profissão. “Eu morro de medo de filme de terror, mas passei por cima disso para viver essa personagem. Mesmo pra quem tinha experiência em TV, foi como pular de um abismo de mãos dadas. Nós descobrimos juntos essa nova linguagem. Mas engraçado que comecei a assistir agora, por conta de ‘SuperMax’, e estou até gostando. Quando era criança, não assistia. Meu irmão é médico, corajoso, adora ver sangue, já eu tenho medo. Quando estou assistindo, até esqueço que é de mentirinha”, disse Mariana, que ainda adiantou o envolvimento de sua personagem com Sérgio, vivido por Erom Cordeiro. “O que tenho de mais parecido com a Bruna talvez seja a intensidade. E ela também tem um trelelê com o policial vivido pelo Erom, que é meu amigo na vida real”, adiantou.

Mariana Ximenes como Tancinha de "Haja Coração" (Foto: Divulgação)

Mariana Ximenes como Tancinha de “Haja Coração” (Foto: Divulgação)

Agora, falando um pouco sobre o sucesso de crítica e público de “Haja Coração”, a atriz tem vivido um momento muito especial de sua carreira. Para ela, o carinho dos telespectadores tem sido gratificante, apesar da responsabilidade de viver uma personagem marcante da teledramaturgia brasileira. “Trabalho com a Tancinha todos os dias, de segunda a sábado. Ficarei um ano fazendo a novela. Sabia que era uma responsabilidade muito grande, mas confesso que fiquei muito emocionada com a receptividade do público, o meu coração fica cheio de orgulho, sabe?”, comemorou ela.

Leia também: Com terror psicológico, Mariana Ximenes, Cleo Pires e Erom Cordeiro, divulgaão a série “Supermax”: “Será algo jamais visto na TV brasileira”, diz diretor

Como a trama é uma adaptação do clássico “Sassaricando”, de 1983, a atriz ainda aproveitou para  falar sobre a difícil missão de viver uma personagem que marcou a carreira de Cláudia Raia. “Ela é uma atriz que respeito e admiro profundamente. Além disso, é uma pessoa que estimo muito. A gente tem uma relação muito forte. Ela é uma das minhas melhores amigas. Além do profissional, temos uma relação de amizade. Ela tornou a Tancinha um ícone”, comentou ela.

Claudia Raia e Mariana Ximenes (Foto: Reprodução)

Claudia Raia e Mariana Ximenes (Foto: Divulgação))

Ao relembrar das cenas em que gravou vestida de noiva, Mariana foi questionada sobre o desejo de se casar. Mas a moça revelou que não é uma grande sonhadora quando se trata de matrimônio. “Nunca tive vontade disso, não. Mas quem sabe? Não depende só de mim, né? Fica a dica”, disse ela, que, no entanto, não descartou a vontade de ser mãe. “Penso, claro. Mas tem tempo. Deixa a vida me levar”, revelou ela em tom de brincadeira, fazendo referências à canção de Zeca Pagodinho. Mariana Ximenes ainda convidou os leitores do site HT para acompanharem a série da Rede Globo: Espia, só!

Pesquisas relacionadas