Cinema & TV

Às vésperas da campanha eleitoral norte-americana, filme sobre o início do romance entre Barack Obama e Michelle é sucesso nos Estados Unidos

Embora o objetivo seja mostrar o lado humano deste primeiro encontro, a política está todo o tempo no ar, já que o romance constura diversos momentos marcantes da carreira do atual presidente dos Estados Unidos

Publicado em 5 de setembro de 2016 | Por Leonardo Rocha

Há cinco meses de deixar a Casa Branca e consequentemente a presidência dos Estados Unidos, Barack Obama mostrou que sua vida realmente daria um filme. Mas não pense que estamos falando de uma produção voltada para os embargos políticos e os bastidores do poder norte-americano, não. Em exibição em mais de 800 salas de cinema, “Southside With You” retrata em uma versão romanceada daquele que seria o primeiro encontro afetivo entre o presidente e sua esposa, Michelle Obama. E parece que o filme tem empolgado o público, já que no fim de semana de estreia foi a 13ª película mais vista do país, arrecadando mais de US$ 3 milhões.

Filme dedicado ao romance entre Barack e Michelle Obama é sucesso nos Estados Unidos (Divulgação)

Filme dedicado ao romance entre Barack e Michelle Obama é sucesso nos Estados Unidos (Divulgação)

Ambientado no ano de 1989, em Chicago, o jovem Obama, de 28 anos, é retratado pelo ator Parker Sawyers de uma maneira bem diferente do que o mundo está acostumado a ver. O então advogado aparece fumando sem parar, com um carro velho amarelo com um furo no assoalho e numa casa, digamos, abandonada, já que a louça suja acumulada na pia dá um ar adolescente ao futuro presidente. Por outro lado, Michelle (Tika Sumpter), até então com o sobrenome Robinson, era muito mais séria do que a atual primeira-dama que dança Beyoncé na TV e tem conta no Snapchat. De certa forma, o filme parece uma versão de “A Dama e o Vagabundo”, com Obama dando seu jeitinho para se aproximar da colega de escritório de advocacia e vencendo sua resistência ao romance.

Embora o objetivo seja mostrar o lado humano deste primeiro encontro, a política está todo o tempo no ar. Uma reunião numa comunidade negra em Southside – de onde vem o título do filme, ainda sem tradução para o português, é a desculpa para o encontro. Obama busca Michelle com grande antecipação ao horário do evento e, com isso, leva a futura primeira-dama para uma exposição de arte e um piquenique, onde começam a se aproximar. A eloquente oratória de Barack numa questão social termina por dobrar Michelle, que sai para beber com ele e ir ao cinema ver o politizado “Faça a coisa certa”, de Spike Lee.

Parker Sawyers interpreta Obama jovem, e Tika Sumpter, Michelle (Foto: Divulgação)

Parker Sawyers interpreta Obama jovem, e Tika Sumpter, Michelle (Foto: Divulgação)

Em outra ocasião, os dois se disseram surpresos com a produção cinematográfica, mas o filme surge em um momento de boa avaliação de Obama nos Estados Unidos, com 51% de aprovação, o que pode ter grandes impactos na eleição presidencial de novembro. Afinal, ele pretende ver Hillary Clinton sucedê-lo e preservar seu legado de oito anos na Casa Branca.

Quem dirige é o estreante Richard Tanne, e os atores escolhidos para viver os protagonistas também são pouco conhecidos. Park Sawyers, que interpreta Barack Obama, fez pequenas participações em filmes como “A Hora Mais Escura” (2012) e no ainda não lançado “Snowden”. Já Tyka Sumpter, que interpreta Michelle, é mais conhecida por seu trabalho na TV americana. Ela teve um papel regular na série “Gossip Girl” e conseguiu um papel menor em “Sparkle: O Brilho de Uma Estrela” (2012), no qual contracenou com ninguém menos que a cantora Whitney Houston. Apesar da boa aceitação no país de origem, o longa ainda não tem data para estrear no Brasil.

Pesquisas relacionadas