Música & Badalo

“Sim ou não”: Anitta lança novo clipe ao lado do colombiano Maluma e conta: “É dançante, envolvente e sensual – diferente dos meus últimos que eram coloridos. Quis surpreender”

Em uma coletiva com os jornalistas cariocas, a poderosa falou sobre os planos de uma carreira internacional, a ansiedade para a apresentação nas Olimpíadas e a rotina como apresentadora do Multishow. Vem saber!

Publicado em 27 de julho de 2016 | Por Karina Kuperman

Se a música se chama “Sim ou não”, nossa certeza é – sim – o novo clipe de Anitta vai, novamente, parar a internet. É que a cantora lançou, nessa quarta-feira, 27, single e vídeo que celebra uma parceria especial com o colombiano Maluma. Gravado no México, o clipe de “Sim ou não” tem direção de Jessy Terrero – nome por trás de produções de Jennifer Lopez, 50Cent, Ricky Martin, Pitbull e outros. “Foi bem legal essa parceria, eu gosto muito de deixar o diretor à vontade para criar, até porque quando a ideia é dele tem mais carinho e amor. Pautei o que precisava… primeiro de tudo: vocês gostaram do clipe? Podem falar a verdade, amo gente sincera”, disse, cheia de humor, durante a reunião com a imprensa carioca em um hotel no Rio de Janeiro. “Mas enfim, falei o que queria, um clipe com muita dança – que o brasileiro ama – e queria bastante interação com o Maluma, que é um cara muito bonito e carismático. Ele tem uma veia brasileira. Eu disse o que eu pensava: um clipe dançante, envolvente, sensual, com uma estética completamente diferente de ‘Bang’ e ‘Essa mina é louca’, que eram coloridos, divertidos e super funcionaram, mas provavelmente as pessoas esperavam isso do meu novo trabalho e eu quis surpreender”, explicou. Coisa de poderosa.

Pensa que acabou? Pois a atitude de Anitta está presente em cada detalhe. Durante o clipe, ela e Maluma vivem cenas quentes – com direito a beijos e mordidas nos lábios. “Rolou beijo, porque tem super a ver no clipe, eu e ele. Ele do meu lado faz uma sintonia incrível, tem uma energia muito parecida comigo, infelizmente ele não pôde vir, se não vocês iam ver. Lá no México o pessoal da minha equipe falava: ‘Anitta, ele é você de calças’. Quando combina tem tudo a ver, independente dele ser bonito mesmo”, disse ela, que não se fez de rogada na hora de atuar. “Tem mais graça quando tem beijo, né? O povo adora, vocês falam mais. Dá um pouquinho de vergonha de beijar, sim, mas a gente faz”, brincou ela, que, perguntada se rolou namoro com o cantor, caiu na risada. “O que significa namoro? Aí vocês já estão querendo saber demais. O clipe já diz muita coisa, não é?”, afirmou.

27_07_2016_anitta_lanca_clipe_do_single_sim_ou_nao_m (2)

(Foto: Anderson Borde/AgNews)

Pois bem, a música, que não é parte do álbum “Bang”, é cantada em português pela poderosa e em espanhol por Maluma. “Essa parceria aconteceu, porque eu fiquei viciada nas músicas dele e fiz vários snaps cantando e dançando, aí os meus fãs amaram também e começaram a marcar o Maluma e pedir parcerias e resolvemos fazer”, explicou ela, que foi além no motivo da escolha: “Eu achei a cara dele porque esse novo funk que tem bombado, que se chama ‘funk rasteira’, e está há alguns anos bombando no Brasil, lembra muito reggaeton, não tem a mesma batida que o funk que estamos acostumados, é um pouco mais lento”, analisou. O resultado? Uma letra que é um diálogo sensual entre os dois artistas – com muita provocação, claro, e que tem como cenário uma boate no México.

Se a letra é cheia de ousadia, as roupas não ficam para trás. Com styling assinado por Flavia Pommianosky, Anitta surge a bordo de seis diferentes looks. Entre preto, dourado, animal print, franjas, couro e meias arrastão, ela caprichou na sensualidade e botou as curvas em evidência. Claro que a boa forma chamou atenção: “Quando tem um clipe, exige uma preparação maior, né? Eu fiz uma dieta mais rígida, sim. Eu queria usar looks que me deixassem livre para dançar e mostrar o movimento do corpo, então precisei dar uma fechada na boca. Mas é aquilo, se me der a louca eu como até passar mal. Depende do meu estado de espírito. Domingo mesmo eu estava louca de vontade de comer e ataquei tantos doces”, revelou.

E gravar no México uma música que é metade cantada em espanhol e tem direção de Jessy Terrero é, também, um passo na carreira internacional. “Com essa minha vontade de carreira internacional eu tenho viajado para vários países só para estudar a cultura local, e foi em uma dessas minhas viagens que eu conheci o trabalho do Maluma”, contou ela, que quer estudar muito antes de se jogar em uma carreira fora do Brasil. “Sei que não é de uma hora para outra, demora, assim como demorei para ficar conhecida aqui, primeiro foi no meu bairro, depois na cidade. Tudo é aos poucos, pensado, e é assim que prefiro”, afirmou. Mas Jessy gostou tanto do trabalho da brasileira que pediu para que ela cantasse uma versão de “Sim ou não” toda em espanhol. “Eu disse para irmos com calma, sem ser na emoção”.

20402618

Maluma e Anitta no novo clipe (Foto: Reprodução)

Enquanto a carreira fora não acontece, a projeção por aqui é das melhores. Uma das grandes atrações da abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, ela falou como foi o convite. “Eu soube e fiquei na minha. Não contei nem pra minha mãe que eu ia cantar, porque estava bem nervosa. Sei que essa ideia surgiu do Caetano Veloso e claro que eu não tive nem que pensar para aceitar. Estou muito ansiosa com a abertura das Olimpíadas, acho que vai ser um momento especial na minha carreira, uma festa linda. Estou muito feliz e o brasileiro tem potencial para receber com muita alegria, mas não considero isso como um passo internacional, porque não é um show meu, foi um convite para uma apresentação já idealizada”, explicou. E o que será que ela pode adiantar? “Vou cantar MPB, não terá dança com bailarinas e sensualidade. O figurino será da forma que essa apresentação exige, mais tranquilo. Eu já escolhi a roupa e a comissão da Olimpíada aprovou, viu para não brigar com o cenário, esses detalhes”, contou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cheia de trabalho, Anitta ainda divide a rotina de cantora com o comando do programa “Música boa ao vivo”, do Multishow. E será que ela quer ir por esse caminho? “Eu acho que o programa tem a minha cara. Posso cantar de tudo lá, me deixam livre para falar o que eu quiser, até tenho aquele papel na mão, mas não leio nada que está ali. Alguns programas eu me meto mais no que vai rolar, outros menos, mas sempre tenho liberdade”, elogiou ela, que já foi convidada para continuar a frente da atração no ano que vem. “Eles estão felizes porque a audiência está indo muito bem”, comemorou. Quem duvidava?

Pesquisas relacionadas

  • maury sales de carvalho

    A anitta e a melhor cantora de fak que já existiu no Brasil.não vai ter outra nem a aquela Ludmila que se diz ser fanqueira

  • maury Sales de carvalho

    Essa menina e de ouro tudo o que ela se bota a fazer dar certo sou muito fã anitta