Gente & Comportamento

Em sua coluna semanal, Fábio Bibancos responde à pergunta: “os dentistas também têm visão raio x como Superman?”

Cirurgião-dentista especialista em Odontopediatria, Ortodontia e Mestre em Saúde Coletiva, Bibancos fala sobre a importância vital de se fazer um raio x sob recomendação de um dentista

Publicado em 25 de agosto de 2016 | Por Heloisa Tolipan

*Por Fábio Bibancos

Raio X, porque raios tenho que fazer?

Quando o dentista faz ou solicita um raio X, todo mundo torce um pouquinho o nariz e já pensa como isso pode afetar o orçamento. Tem gente que tem medo que o raio x possa causar algum mal à saúde.

Perguntas assim, muitas pessoas já fizeram e a resposta para essa dúvida é que sim, o dentista necessita dos exames radiográficos. O motivo é muito mais importante do que imaginamos. Se você for à um consultório e o dentista não solicitar a radiografia, saia correndo!

Leia também: Em sua coluna semanal, Fábio Bibancos responde à seguinte pergunta: o que é fundamental para um sorriso perfeito?

Leia também: Roer unhas é feito e os seus dentes não agradecem: Fábio Bibancos fala sobre a onicofagia e explica como o hábito prejudica a saúde bucal

Junto com o exame clínico, a radiografia é o complemento para o dentista saber como realmente está a sua boca. O raio X é extremamente útil para o dentista já que serve para ele como método de diagnóstico.

Com raio X, o dentista é capaz de saber se existe cárie entre os dentes, se há perda de osso em caso de doenças na gengiva ou outros problemas que não se podem ver a olho nu e também planejar tratamentos ortodônticos.

No consultório é comum encontrar aparelhos de radiografia, ainda que existam clínicas especializadas para realizar trabalhos mais específicos. Por isso, se o dentista solicitar não receie em fazer. Não há porque preocupar-se com a radiação. Para que uma exposição possa trazer efeitos nocivos ao paciente ela teria que realizar 961 radiografias panorâmicas e convenhamos, é um número muito alto! Um outro comparativo: 8.333 radiografias periapicais equivalem a um dia de exposição ao sol.

Leia também: Onde manda a imagem, boca bonita reina: Fábio Bibancos fala sobre a relação entre as redes sociais e a beleza bucal

Leia também: A moda vintage da odontologia: As lentes de contato são facetas de cerâmica ultrafinas que solucionam algumas imperfeições de cor, forma e posição dos dentes

Claro que o dentista sempre deve usar o avental de chumbo e o protetor de pescoço para garantir segurança ao paciente, sem isso, nem pense em realizar o exame.

Caso seja extremamente necessário durante a gravidez, a realização de exame radiográfico, o melhor período é entre o 2º e 3º trimestre de gestação. Para as crianças não há restrições do uso de raios X, desde que o benefício clínico seja maior do que os potenciais riscos de exposição a radiação, pois alguns órgãos das crianças têm uma maior sensibilidade à radiação do que os adultos.

Leia também – Fábio Bibancos é o dentista fundador da ONG Turma do Bem, que atende mais de 65 mil crianças carentes: “Beleza não é bobagem. Ter os dentes é um direito de todos” 

Leia também: Brancorexia: cuidado com essa moda. Fábio Bibancos explica as precauções para se ter dentes brancos

Assim que o seu dentista solicitar um raio X, agradeça, porque se ele fosse o homem de aço talvez ele pudesse utilizar a visão de raio x para ver como está sua boca. E como certamente ele não é o Superman. Ele pedirá a radiografia e utilizará termos técnicos para referir-se às imagens solicitadas. Para saber em qual idioma seu dentista fala, veja quais são os tipos de radiografia.

No quadrinho #59, de Março de 1962, Jimmy Olsen, com dor liga para o Planeta Diário. Quem atende é Clark Kent e em seguida, sem nada melhor para fazer com os incríveis poderes, Superman faz um diagnóstico e recomenda uma consulta ao dentista imediatamente!

No quadrinho #59, de Março de 1962, Jimmy Olsen, com dor liga para o Planeta Diário. Quem atende é Clark Kent e em seguida, sem nada melhor para fazer com os incríveis poderes, Superman faz um diagnóstico e recomenda uma consulta ao dentista imediatamente!

Leia também: Quatro razões para praticar o seu sorriso! Fábio Bibancos fala sobre como o hábito interfere no cotidiano

Leia também: Orthós, odóntos, Olympias… Fábio Bibancos explica tudo sobre os aparelhos ortodônticos e fala sobre um grande atleta

Periapical
A radiografia periapical intrabucal, também é conhecida como proximal e registra imagem dos limites, posições e dos contornos dos dentes e dos tecidos vizinhos. Esse tipo de radiografia é mais útil no dia a dia.

Interproximal
Essa radiografia intrabucal também pode ser feita no consultório do dentista, buscando diagnosticar cáries entre os dentes. Nela se busca ver em um único filme a imagem dos limites, das posições e dos contornos das coroas dos dentes superiores e inferiores.

Usadas para ajudar no diagnóstico de cáries entre os dentes

Usadas para ajudar no diagnóstico de cáries entre os dentes

Oclusal
As radiografias oclusais (também intrabucais) também dão uma visão mais completa que a periapical. O filme radiográfico é colocado como se o paciente o mordesse. Na imagem se mostra o céu da boca, o lábio superior, a base do nariz, da língua, do assoalho da boca e do lábio inferior.

Panorâmica
A radiografia panorâmica é uma técnica que permite a reprodução da maxila e mandíbula em um único filme. Apesar de ter princípios de técnica que remontam quase 100 anos, ela possui uma vasta gama de indicações e vantagens que a tornam o exame complementar mais utilizado em Odontologia até os dias atuais.

Um importante exame radiográfico utilizado para o diagnóstico e planejamento das doenças dos dentes e dos ossos da face

Um importante exame radiográfico utilizado para o diagnóstico e planejamento das doenças dos dentes e dos ossos da face

Telerradiografia
Essa radiografia mostra o perfil panorâmico do crânio e da face. Este tipo de exame é solicitado para fazer uma análise ortodôntica.

Tomografia
A tomografia computadorizada é um método de alta precisão diagnóstica. Ela pode ser usada para identificar e delinear processos patológicos, visualizar posição exata de dentes retidos, avaliar os seios paranasais, diagnosticar traumas, pequenas fraturas internas, visualizar os componentes ósseos da articulação temporomandibular e os espaços para implantes dentários.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre radiografias odontológicas, na próxima consulta você pode mostra que sabe mais e perguntar para seu dentista: O Dr vai fazer um *exame periapical completo?

*Exame periapical completo: Técnica radiográfica Intrabucal contendo 14 radiografias periapicais. Este exame permite mapear toda a arcada dentária, fornecendo dados para um perfeito diagnóstico inicial.

Leia também: Em sua coluna semanal, Fábio Bibancos aborda questões como os cuidados pós-operatórios de cirurgias odontológicas e desmistifica alguns pontos

*Fábio Bibancos é cirurgião-dentista especialista em Odontopediatria, Ortodontia e Mestre em Saúde Coletiva, formado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Com consultório em São Paulo e no Rio de Janeiro, Fábio é autor de “Um sorriso feliz para seu filho” (CLA Editora),  “A Guerra dos Mutans”, “Boca!” e “Sorrisos do Brasil”, além de já ter sido eleito Empreendedor Social 2006 pela Schwab Foundation (ligada ao Fórum Econômico Mundial de Davos) e integrante do Fellow Ashoka (uma rede de empreendedores sociais presente em 65 países). Além de assinar uma coluna semanal neste espaço, está à frente do projeto Turma do Bem, a maior rede de voluntariado especializado do mundo: o dentistas do bem.

Acompanhe aqui as postagens de Fábio Bibancos: https://www.facebook.com/institutobibancos/

Pesquisas relacionadas