Gente & Comportamento

Conversamos com Juliana e Paulo Mattoni, da Mattoni Comunicacão, assessoria de imprensa que cuida das carreiras de Anitta, Marquezine, Thiaguinho e muitos outros

A empresa por trás de um cast poderoso com mais 20 integrantes mudou de nome recentemente - deixando de ser Ju Mattoni Comunicação e atendendo, agora, como Mattoni Comunicação - e vem se consolidando ano após ano com uma das assessorias de imprensa especializada no mundo do entretenimento mais importantes do mercado

Publicado em 11 de outubro de 2016 | Por Junior de Paula

O que Anitta, Bruna Marquezine, Mariana Ximenes, Nathalia Dill, Tatá Werneck, Thiaguinho, Aviões do Forró, Suzana Pires, Isabella Santoni e Claudia Raia têm em comum? Eles – e muitos outros – têm sua relação com a imprensa e sua estratégia de divulgação cuidadas pelo casal na vida real e dupla hype de assessores de imprensa Juliana Mattoni e Paulo Pimenta.

Paulo Pimenta e Juliana Mattoni (Fotos: Lucas Landau)

Paulo Pimenta e Juliana Mattoni (Fotos: Lucas Landau)

A empresa por trás desse cast com mais de 20 integrantes mudou de nome recentemente – deixando de ser Ju Mattoni Comunicação e atendendo, agora, como Mattoni Comunicação – e vem se consolidando ano após ano com uma das assessorias de imprensa especializada no mundo do entretenimento mais importantes do mercado. Por isso, para entender esse resposicionamento da marca e descobrir um pouco como funciona as engrenagens desse universo nos bastidores da poplândia, fomos até a sala deles em Ipanema para conversar com mais calma fora do mundo dos flashes.

“Somos uma agência de comunicação e assessoria de imprensa que tem por objetivo atuar na construção e consolidação da imagem dos nossos clientes. Com foco estratégico, atendimento personalizado e planejado, divulgamos informações relevantes, analisamos solicitações, prevenimos e gerenciamos crises. Dominamos o conjunto de atividades de relacionamento com a mídia e orientamos de forma clara e transparente sobre a maneira mais eficaz de se relacionar com os diferentes meios de comunicação. Nosso foco é garantir que nossos clientes atinjam seus objetivos com credibilidade”, explicou Juliana, que depois de trabalhar na FSB Comunicação, com comunicação corporativa, migrou para a assessoria da TV Globo e, de lá, deu o pontapé inicial para a Mattoni Comunicação, ainda em 2013. Já Paulo, marido de Juliana, e sócio da empresa,chegou depois, no ano passado, após passagens pela redação do jornalismo da TV Globo – inclusive no escritório da empresa em Nova York – e pela comunicação corporativa da Petrobras e da Odebrecht.

jumattoni

(Foto: Lucas Landau)

“O Paulo trouxe muito a experiência de gestor dele. Como geriu equipes ao longo dos nove anos de experiência entre Petrobras e Odebrecht, fez a diferença. Eu trouxe todo o conhecimento da área de construção de imagem e assessoria de imprensa artística adquirido nos anos atuando na comunicação da TV Globo. Paulo foi jornalista de redação, o que ajuda muito a entender o funcionamento da mídia. Já eu administrei muitas crises e cases de sucessos de clientes durante meu período na emissora e da minha experiência na FSB Comunicação – líder do mercado”, enumerou Juliana.

E por que, depois de três anos de consolidação da marca Ju Mattoni Comunicação, eles resolveram mudar o nome da empresa? Paulo é quem responde: “A mudança veio quando percebemos que o nome precisaria representar a empresa e não somente uma figura, que era a Juliana. Como nós somos sócios e temos Mattoni em nossos nomes, esta seria uma boa maneira de nos representar. A empresa traz muito a visão dos dois e um ambiente familiar de trabalho”.

Por falar em ambiente de trabalho, muito se ouve – e se sabe – que os bastidores do mundo das celebridades nem sempre é um mar de rosas. E, por isso, a gente quis saber: quais as dores e as delícias de se trabalhar com celebridades? “O grande desafio é conciliar o interesse do seu cliente com o da imprensa. Em geral esses dois interesses não convergem, mas a gente faz a interface para chegarmos ao ponto de equilíbrio. É uma delícia trabalhar com pessoas tão diferentes cada uma com seus desejos, dúvidas e experiências. Aprendemos muito sobre a arte de se relacionar com as pessoas. Temos um casting de gente que admiramos, apostamos, por quem torcemos. É muito especial trabalhar com artistas porque eles são mais sensíveis, criativos, abertos”, confidenciou Juliana.

paulomattoni

(Foto: Lucas Landau)

E já que estamos falando de desafios, o grande xis da questão contemporânea no mundo da assessoria de imprensa – e da grande mídia em geral – é descobrir para onde vai caminhar a comunicação em tempos de redes sociais dominantes. Sobre tal fato, eles têm uma linha de pensamento bastante interessante. “Estamos todos (assessores, marcas e veículos) tentando compreender como as mídias sociais podem potencializar cada vez mais nosso trabalho e qual é o papel de cada um desses agentes nesse mercado em plena transformação. Enquanto isso devemos permanecer atentos, acompanhando o movimento, aproveitando oportunidades, estabelecendo limites também”, disse Juliana.

“Ao mesmo tempo que as mídias sociais são um grande megafone, é importantíssimo entender que nada substitui a chancela de um veículo (seja ele no formato que for: impresso, online e em suas próprias redes sociais que devem obedecer aos mesmos parâmetros editoriais de forma mais dinâmica). Porque a mídia social de um artista sempre é a visão de mundo dele mesmo, é sempre metalinguagem. No nosso trabalho o que constrói imagens realmente mais sólidas é a visão do outro (no caso veículos com estilo editorial próprio e credibilidade) sobre aquela pessoa”, reiterou Paulo, antes de ser completado por Juliana. “Hoje incluímos transmissões ao vivo nos perfis de Facebook dos veículos nos nossos planejamentos, apenas para dar um exemplo. Além disso, trabalhamos muito essa questão com os artistas, sugerindo posicionamento nas redes sociais e dando orientações de como as mídias sociais participam na arquitetura do trabalho de cada um. Incorporamos isso ao nosso trabalho diário”.

Ah, e para finalizar, a gente levou três casos recentes de assuntos que viralizaram mundo afora envolvendo grandes celebridades internacionais para que eles acharam da estratégia de lidar com a crise e se fariam algo diferente:

1) Separação da Angelina Jolie e Brad Pitt: “Eles estão tentando ser discretos e lidando com a crise na medida do possível”

2) Donald Trump :”Não tem salvação. Nenhuma assessoria pode ajudá-lo”

3) Orlando Bloom pelado na praia clicado por paparazzi: “Nesse caso o mais indicado seria o Orlando ficar pelado dentro de casa”

 

 

Pesquisas relacionadas