Arte & Literatura

Fabiane Pereira entrevista Carolina Mizrahi: carioca radicada em Londres é apontada como o próximo grande nome na fotografia de moda

Carolina Mizrahi nasceu em 1982, no Rio de Janeiro e há seis anos vive em Londres atuando como artista multidisciplinar. Formada em Design de Moda pela Universidade Cândido Mendes, Gestao de Negocios de Moda pela Univercidade e em Fotografia de Moda pela Universidade London College of Fashion, Londres, ela tem entre seus clientes e colecionadores a "Vogue" Italia, Portugal e Brasil, "Elle" UK, Pandora, a Revista "Time Out" e a University of the Arts London

Publicado em 3 de outubro de 2016 | Por Junior de Paula

*Por Fabiane Pereira

A London College of Fashion, uma das escolas fashion mais influentes do mundo, recentemente, afirmou, através do seu site, que Carolina Mizrahi é o próximo grande nome na fotografia de moda. Antes de continuar quero dizer que só tenho amigas F**AS. Conheci Carolina na faculdade de jornalismo e nos tornamos amigas logo no primeiro período. Carol é talentosa. Mas acima de tudo, Carolina é determinada e tem um dos olhares mais sensíveis que já conheci.

carolinmizrahi

Aproveitei minha mudança pra Europa e passei por Londres para visitá-la. Tivemos uma tarde agradabilíssima e aproveitei para entrevistá-la porque jamais perderia a oportunidade de, profissionalmente, escrever sobre uma artista expoente afinal promover os talentos da nova geração, de qualquer segmento artístico, é minha mola propulsora de vida.

Carolina Mizrahi nasceu em 1982, no Rio de Janeiro e há seis anos vive em Londres atuando como artista multidisciplinar. Formada em Design de Moda pela Universidade Cândido Mendes, Gestao de Negocios de Moda pela Univercidade e em Fotografia de Moda pela Universidade London College of Fashion, Londres, ela tem entre seus clientes e colecionadores a “Vogue” Italia, Portugal e Brasil, “Elle” UK, Pandora, a Revista “Time Out” e a University of the Arts London.

Seu trabalho está diretamente ligado ao feminino e a quebra de estereótipos. Suas imagens são obras de artes contemporâneas com influências da arte clássica que retratam os rituais de beleza no mundo ocidental e representam a mulher, e suas idiossincrasias, nos meios midiáticos. Nestes seis anos, já participou de inúmeras exibições pela Europa.

srgb_avatar01editado

Atualmente, Carolina é representada pela Galeria Arusha na Escócia e sua arte ganhou elogios do “Financial Times”, “Evening Standard” – seu trabalho foi apontado como um dos highlights da semana de Arte em Londres – Aesthetica Magazine. De quinta a domingo, pelo terceiro ano consecutivo, Carolina Mizrahi vai participar da The Other Art Fair, uma das mais importantes exposições de arte da cidade. Se estiver por Londres, não deixe de conhecer, de perto, o trabalho da artista.

FP: O que lhe trouxe para Londres?
CM: Escolhi Londres há seis anos encantada com a diversidade cultural da cidade. A mudança veio após eu ter sido qualificada para um bacharelado em “Fotografia de Moda e Styling” na London College of Fashion.

FP: Quando você se percebeu com um olhar mais sensível ao ponto de torna-se fotógrafa?
CM: Na época eu ainda trabalhava como estilista no Rio e comecei um curso no Atelier da Imagem por curiosidade. A transição entre uma carreira e outra foi progressiva, eu ainda trabalhava como estilista quando comecei a fotografar profissionalmente. A decisão de investir mais tempo em fotografia surgiu da resposta recebida pelos meus projetos e do grande prazer que eu sempre tive em fazê-los.

srgb_master_evecollectioneditado2

FP: O mercado de moda é bastante criticado por muitos motivos, entre eles a promoção do consumo numa época em que o planeta exige que consumamos menos. Como você vê esta questão?
CM: Existem muitas empresas de moda atualmente investindo em maneiras de melhorar as condições de trabalho para seus funcionários, no desenvolvimento de matérias-primas ecologicamente sustentável e muitas outras coisas. Espero que essa tendência atual cresça muito nos próximos anos. Consumidores no mundo inteiro estão cada vez mais exigentes e informados.

FP: Suas exposições costumam ser mezzo arte expressionista mezzo fotografia de moda. Como você explica suas mostras?
CM: Eu procuro focar no conceito de cada projeto e não em sua área de especialização. Atualmente eu trabalho em diversas frentes do processo criativo, como fotografia, cenografia, direção de arte e styling e misturo todas estas áreas em cada projeto/exposição que idealizo.

ellacollection_carolinamizrahieditado

FP: Pela terceira vez, você participará da The Other Art Fair. O que a faz participar pela terceira vez do evento?
CM: A feira é uma maneira de estar fisicamente em contato com o meu público, receber feedback do meu trabalho, divulgar novos projetos e conhecer pessoas com interesses similares.

FP: Como você vê este mercado que você representa no Brasil?
CM: Moro em Londres há seis anos, acho muito difícil fazer uma avaliação do mercado de criação morando fora há tanto tempo. Porém enquanto eu morava no Rio de Janeiro, sentia que o setor criativo era muito limitado por questões financeiras e sociais.

FP: Há projetos engatilhados para levar suas exposições para o Brasil ou já há algum projeto futuro pensado a partir das suas origens carioca?
CM: Sim, tenho planos de fotografar uma série no Rio de Janeiro ainda este ano mas ainda não dá para falar muito porque estou no meio do processo de desenvolvimento. Adoraria fazer uma exposição no meu país e espero que, em breve, consiga realizar esse sonho.

FP: Carolina Mizrahi por Carolina Mizrahi em 5 palavras.
CM: Maravilha feminina um docinho de pavê (risos).

*Fabiane Pereira é jornalista, pós graduada em “Formação do Escritor”, sócia da Valentina Comunicação — empresa voltada para criação, divulgação e produção de projetos musicais e literários — apresentadora, roteirista, produtora e programadora musical do programa de rádio Faro MPB, da Rádio MPB FM

Pesquisas relacionadas